twitter
    Siga-me!

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Seja diferente!

Ser diferente vai além das suas roupas, é uma questão de atitude!



























-

domingo, 29 de agosto de 2010

35 Filmes em 2 Minutos!

35mm - Pascal Monaco.
Fã de Cinema? Então tente adivinhar os 35 filmes desse video:

-
Sensacional *-*

Homem Aranha - O Verdadeiro

Assista e tire suas próprias conclusões:

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Ficou sabendo?

Promoção Skoob:
http://www.skoob.com.br/promocao/codigo/158080

A promoção se trata da seguinte parada, 1 iPad ou 100 Livros?
E ae? Qual a sua escolha? Faça o cadastro pelo link a cima e concorra a uma das opções, qualquer um pode participar, basta-se se cadastrar.
Pra quem não conhece o Skoob, é só mais uma das milhares redes sociais existentes, mas com uma caracteristica unica, livros.

O skoob é o local onde você diz o que está lendo, o que já leu e o que ainda vai ler, seus amigos fazem o mesmo e assim, todos compartilham suas opiniões e críticas.
Sou cadastrado ja faz quase um ano, quase não atualizo, mas é super interessante.

Sorteio: 18 de setembro
Resultado: 20 de setembro

Se interessou? Então, participe.
http://www.skoob.com.br/promocao/codigo/158080

-
Deixe nos comentários a opção escolhida, fiquei curioso, o iPad ta ganhando, mas eu escolhi os 100 livros.

Horário Eleitoral

Horário Eleitoral, é uma coisa que me intriga, eu assisto todo dia, além de achar interessante, a TV fica ligada o dia todo, e esta do meu lado, então, acabo sendo ''obrigado'' a assistir, não me incomodo.

Algumas duvidas pairam sobre a minha cabeça, fico imaginando, pensando, se alguém decide em qual candidato votar, pelo Horário Eleitoral, fico eu imaginando, se alguém acredita no que os candidatos dizem em 1, 2, 3 minutos, alguns 5, 10, depende do partido, candidato, 98,9% dos candidatos no Horário Eleitoral, apenas dizem coisas obvias, que até eu diria se tivesse me candidatado, ai penso, sera que é mesmo necessário existir esse horário? Não pode existir alguém, que vote por ele. Mas ai que eu me engano, se existe é porque pra alguém funciona, existem sim, muitas pessoas que se deixam influenciar por esse horário...

E se existe..Meu post acaba aqui, quem sou eu pra julgar. rs

Sexta Feira

O dia mais insano de toda a semana, as pessoas estão desesperadas para chegar no fim, todo mundo levanta alegre (ou não), com o pensamento do fim.
O dia em que as pessoas acordar esperançosas e um pouco mais alegres que nos outros dias comuns, afinal é sexta feira, o ultimo dia pra alguns da faculdade, do trabalho, do curso, e das tarefas obrigatórias durante a semana, hoje significa que amanha você não vai ter nada pra fazer, que você vai poder acordar tarde e fazer o que quiser, ou não fazer nada, hoje, significa que depois da sua obrigação de todo dia, você vai poder sair sem se preocupar em voltar pra casa, pois amanha você não precisa acordar cedo, hoje você vai poder beber até amanhecer, vai poder viajar e voltar domingo, vai poder namorar em paz, vai poder, vai poder, vai poder.

Sexta Feira, podia se chamar também, o dia em que a Esperança Venceu, compreende? Você espera a semana toda por esse dia sagrado, acredito que sexta feira seja mais importante que sabado e domingo, mesmo que você esteja no trabalho, na faculdade, ou sei la fazendo o que, você já se considera no final de semana, e se acha no direito de fazer e cumprir as tarefas em uma velocidade diferente e própria do que nos outros dias, você também se acha no direito de fazer planos pro resto do final de semana, também se acha no direito de ligar para as pessoas e perguntar o que elas vão fazer hoje, amanha e depois, se acha no direito de ser convidado(a) pra sair, etc, etc, etc, é de fato um dia especial, o que eu farei hoje?

- Ficar sem Twitter, esta me matando, eu sinto.
Mas vou ter força e fé, sábado eu volto, até la vamos aos posts sem sentido!

Retiro Espirutal Cybernetico

Resolvi por meio do Blog, mesmo sabendo que poucas pessoas vão de fato ler, explicar o tal do ''Retiro Espirutal Cybernetico''.

Consiste em ficar alguns dias, sem algumas redes sociais, e não de fato sem a internet, eu continuo acessando e-mails, lendo noticias e fazendo as minhas pesquisas, e até atualizando o blog, coisa que reparei que faço mais quando estou no retiro.
Apenas fico uns 2, 3 dias, uma semana, até duas ja fiz, sem orkut, twitter, msn e afins, não entro, nem que a vaca tussa, o tempo que ficarei sem acessar, depende da minha vontade, necessidade, as vezes tenho que quebrar o retiro\voto por causa de algo importante, trabalhos, mas tirando algo de fato IMPORTANTE, não entro.
Faço isso ja fazem mais ou menos 2 anos, ou 3, não lembro, perdi a conta, algumas pessoas sempre pensam que eu estou sem internet, e por isso, invento essa desculpa IDIOTA de RETIRO... Acho que ficar sem internet não é vergonha pra ninguém, e se eu de fato estivesse, as pessoas que eu quisesse saberiam, ou ninguém saberia, afinal, qual a importância?
Mas vamos aos motivos se é que existem, pro meu retiro.
Primeiro que é um teste comigo mesmo, ver quanto tempo consigo ficar sem essas redes, segundo pra me ocupar durante esse tempo com outras coisas de fato importantes que eu devia fazer no tempo que perco no orkut\twitter principalmente, terceiro porque as vezes me sinto fútil usando tanto a internet pra esse tipo de coisa, quarto porque eu não sou uma pessoa normal, como quase todo mundo sabe, e faço o que eu quiser.

Estou me sentindo inspirado essa madrugada, deve ser o ócio de não ter o que fazer, por causa da minha decisão de ficar acordado. O problema que estou postando textos sem graça, sem conteúdo, sem tema, coisa que nunca fiz e nunca gostei, desculpe.
Desculpe-me também por todos os erros, neste texto e nos 2 textos anteriores, não estou com saco para corrigir.

Qualquer coisa que não deve ser importante pra você.2

Depois do meu ultimo post ridículo, eu só pretendia escrever algo novo quando desenvolvesse com categoria a ultima idéia que eu tive com ele, mas como eu resolvi testar essa função que eu nunca entendi direito chamado ''Feed'', me vi obrigado a postar algo, mesmo que seja apenas de explicação sobre algo que não seja interessante, ou sobre nada, ou sei la, estou meio perdido hoje.

Falando em perdido, e mudando de assunto, acabo de ter uma ideia pro post que não teria assunto..
Hoje 27 de Agosto, as 00:31 da manha, decidi que não vou dormir cedo, faz uns 2 meses, que tenho ido dormir regularmente, 22h, 23h, e no maximo 00h05 minutos, sim, tenho seguido esse padrão ja faz um tempo, você deve pensar, ah que ridiculo você, eu faço isso desde os meus 7 anos, sempre estudei de manha e tive a infancia e adolescencia triste, pois não podia dormir tarde como meus amiguinhos que estudavam a tarde, não assistia Jô, não via filmes de madrugada e não ficava vendo as gostosas do FANTASIA NO AR, enquanto esperava alguma Serie que nunca seguia uma ordem no SBT. Sim, eu era o amiguinho que estudava de tarde, pois então, nunca na minha vida estudei de manha, e como nunca trabalhei, trabalhei sim, 1 mes, 2 semanas, sei la, e tive que acordar cedo, ah e nesses dois ultimos meses por causa do curso, mas tirando essas duas obrigações, nunca tive motivos pra dormir cedo, sem ser os basicos da vida, ir no medico, trabalho na escola, viagem e afins, coisas que só acontecem uma vez a 6 meses ou ano, então, sou um pré adulto muito mal acostumado a dormir tarde, a acompanhar Jô todo dia e assistir series sem pé nem cabeça.
E hoje, voltando aos velhos tempos resolvi, passarei a noite acordado, estou com sono, mas não, não vou dormir.

Esse post é só pra teste, mas ta valendo. ;D

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Qualquer coisa que não deve ser importante pra você.

O pensamento desse novo post, era continuar o tema da postagem anterior, mas passou o tempo necessário pra isso, isso significa que eu esqueci o que ia escrever, então, vou mudar de tema.

Qual tema? Qual assunto? Não sei! Nenhum.
Vou escrever qualquer coisa, vou escrevendo, até me enxer e veremos no que vai dar;
Sente-se, relaxe e não espere nada demais desse post. (Pouco provavel que alguém vá chegar a ler esse post, pois não divulgo e não faço questão de tal, mas sempre existe a probabilidade de algum curioso entrar pra ver se existe novidade, caso você seja um, obrigado.)
-

A ideia desse blog:'' ACEITE OU RECUSE'' - Jamais foi e nunca sera, (assim espero) um diario pessoal, acredito que não tenho talento para tal, assim como o meu amigo Buba do blog ''Diario de 1 Babaca'', a idéia desde o principio, era relatar devaneios do cotidiano, pensamentos, idéias, conceitos, revoluções pessoais do meu cérebro em tempestade, e acredito que tenha dado certo, dado certo entre aspas, já que não sou um dos maiores atualizadores de blog do mundo, posto um post a cada dois meses, e olha la. Não pense você, que é por falta de idéias, conceitos, devaneios e etc, porque é a coisa que mais tem na minha mente e vida ociosa construtiva. Algumas pessoas sofrem do mal de não ter idéias, outras sofrem do mal da preguiça de digitar, e poxa, eu entendo! Mas e o meu mal? Não sei, eu tenho muitas ideias e grande parte consigo relatar em texto, mas na maioria quando venho aqui pra digitar tal coisa, sou pego por outro devaneio e acabo esquecendo o anterior, e não acabo postando nenhum. #fato.
Acho que preciso mesmo de um caderninho de jornalista, aqueles pequenos, porque ai toda vez que eu tiver uma idéia ''genial'' vou poder escrever e quando chegar em casa simplesmente digita-la, ai sim, teria provavelmente um post a cada dois, 3 dias no máximo, o blog poderia até voltar a ser um quase sucesso como um dia foi e quem sabe..Qualquer coisa, que já me esqueci, mudando de assunto, não sei mesmo onde isso vai dar, mas okay.
Quero falar um pouco sobre a minha vida universitária no momento, estou no 3ºPeriodo de Publicidade e Propaganda da Estacio de Sá, e devo dizer que não ando muito satisfeito com o conteúdo dado em sala de aula, nunca fui um nerd, aqueles chatos que reclamam quando o professor falta, mas desde que entrei na faculdade, que não é publica, e minha mãe tem que pagar todo mês um valor que não é barato, eu não sei, acabei sendo pego por uma consciencia estudantil, e um cidadão preocupado em que o seu dinheiro esta sendo investido, que acho que acabei me tornando o NERD chato que reclama quando o professor falta, não, não estou satisfeito com as aulas, com os professores e nem com a faculdade, mas isso não me fara mudar pra outra, porque acho que isso não muda nada, apenas estaria fugindo do problema e não o sulucionando, pois eu até gosto da faculdade, grandes momentos e as minhas únicas amizades no ESPIRITO SANTO, eu conheci la, então por mais que eu esteja com problemas de satisfação, não vou abandonar o barco, assim como alguns colegas de classe, corredor e afins, pretendem.
Ta, também não quero me aprofundar nesse assunto, mas afinal, que maldito assunto quero chegar? Acho que nenhum, acho que a procura excessiva por temas\assuntos\etc, é que faz com que você não poste, isso pra quem possui blogs livres de padrão e temas, aqueles que escrevem sobre tudo, acredito que uma hora ou outra se pega sem idéia, na verdade as idéias estão ai, mas a partir do momento que você a procura ela foge, ai esta o segredo, jamais procure, deixe que surge, começe a escrever sobre qualquer coisa, e aposto que algo vai sair, ninguém precisa saber como foi a maneira que você começou, depois de pronto é só editar.

Não cheguei a nenhum tema, e nem lugar algum, mas também essa não era a minha intenção, a intenção não era ter intenção, acho que cheguei onde queria, no fim, no fim do nada, sem nexo, sem sentido e sem qualquer coisa que faça sentido pra alguém, afinal porque é tão importante fazer sentido e ser importante, ou ter intenção, ou qualquer coisa, ou ou ou.. Acho que cheguei a algum lugar sim, acabo de ter uma idéia pro próximo post, esse sim tera assunto, tema e derivados.

Fim.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Sensibilidade 'Significado'

s.f. Capacidade de sentir.
Propriedade de reação dos organismos aos estímulos externos ou internos: sensibilidade cutânea; sensibilidade moral.
Percepção aguda: sensibilidade visual.
Tendência, disposição a ser dominado pelas impressões, sentimentos, emoções; impressionabilidade, suscetibilidade.
Física. Qualidade de um instrumento que acusa as mínimas variações de quantidade ou intensidade: a sensibilidade de uma balança; a sensibilidade fotográfica de um filme.

sen..vel
  1. que é facilmente ou fortemente afetado por algo.
    • Não posso ficar ao sol, tenho uma pele muito sensível.
  2. que se ofende facilmente
    • Ah! Mas você está muito sensível esses dias!
  3. dolorido
    • Não toque o meu braço, ainda está sensível depois do acidente.
  4. ; grande
    • Todavia, como a pressão inflacionária tem hoje sua origem principal em fatores externos, um único aumento da Selic não terá efeito sensível sobre a inflação futura.
  5. delicado; que precisa ser tratado com cuidado.
    • Ademais, é prudente aguardar decisão judicial definitiva em tão controvertida e sensível questão.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Novo Caminho.

Estava eu, indo para o curso de manha, chegando no primeiro sinal(semáforo) que já faz parte do meu trajeto traçado, o sinal abriu, e eu não consegui atravessar, já é de costume, eu parar e esperar, mas hoje, eu decidi mudar o caminho, e ignorei o fato do sinal estar aberto(não, eu não atravessei com ele aberto) eu fui por outro lado, e quando eu fiz isso, na metade do caminho eu começei a pensar em uma coisa muito estranha, pensei comigo, eu posso morrer na próxima esquina, posso ser atropelado, posso ser assaltado, posso tropeçar e cair em um buraco, um carro pode invadir a calçada, e tudo isso, porque eu fiz um novo caminho. Parece estranho? Mas pare e pense, quantas pessoas já sofreram alguma dessas coisas, porque mudou o caminho, saiu da rotina, mudou a trajetória, e agora pense, no arrependimento que a pessoa sentiu depois disso.
E eu pensei nisso até o meu curso, até la, pensei que tudo de mal podia acontecer, pois aquele caminho, até ali, era desconhecido por mim, eu nunca tinha passado por ali, e porque não parei e esperei o semáforo abrir, como já era de costume? Porque hoje, logo hoje, resolvi mudar o caminho... Se tivesse acontecido algo jamais me perdoaria.

-
Pensei nisso enquanto caminhava até o curso, estava com muito sono e ainda estou, devaneios, devaneios e devaneios!

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Automatico.,

Esse texto não representa a minha volta ao blog, com postagens continuas.
Vou postar conforme a minha necessidade de expresão, ou seja, quando eu estiver afim, estava afim de escrever algo, e escrevi, quem tiver o prazer ou desprazer de ter acesso a esse novo texto, espero que goste.
Vou enviar pra algumas pessoas que a opinião de fato me interessa, então caso você tenha acesso e pense, porra Jota, a minha opinião não interessa? Não pense assim, ta pense assim, é isso ai mesmo!


Automatico:


Estava eu no ônibus, a caminho da faculdade, e como já é de costume, vou com meus fones no ouvido, em meio a multidão concentrada dentro daquele grande que se torna pequeno veiculo, observando as pessoas ao meu redor, enquanto elas nem percebem isso, ou se percebem, estão fazendo o mesmo que eu, percebi na minha ultima ida pra faculdade, o quanto as pessoas estão perdendo as suas vida, mas eu sei, que não é culpa de ninguem isso estar acontecendo, você não acorda, e decide, vou perder minha vida hoje, fazendo algo que eu não gosto, claro que isso pode acontecer, mas não vamos entrar nessa discussão, okay, voltando; Ai você se pergunta, como eu, no ônibus, olhando paras pessoas em silencio, cada uma com seus próprios pensamentos, tive a sensibilidade de perceber que as pessoas não estão vivendo, e eu respondo, pelos seus rostos, olhares, características, marcas, gestos, e principalmente, pelos cochilos. Eu mesmo sou uma das pessoas que senta e quase sempre tira um cochilo perigoso no grande pequeno veiculo. Nessas idas e vindas, percebo o quanto as pessoas estão sobrecarregadas com as suas rotinas, estão cansadas, estão vivendo pouco, não estão sorrindo, e o quanto as suas rugas, marcas de expressão do cansaço, e os antes cochilos, agora se tornam sonhos e sonecas duradouras, estão morrendo. As pessoas não suportam mais as suas vidas, e como as leva, é um fato, o brasileiro em especial, trabalha muito, ''estuda'' muito, mas vive pouco, claro, trabalhar, estudar, é vida, mas e o prazer? Existe sim o prazer de trabalhar e estudar, mas não só disso vive o ser. Digo que estão morrendo, mas obvio, até quem vive a vida mais prazerosa do mundo, esta morrendo, mas o meu morrendo, é o morrendo mentalmente, perdendo sua essencia, sua alegria de estar morrendo feliz, as pessoas estão melancolias, o seu único prazer que antes já fora um martírio, agora é entrar do ônibus, mesmo com a multidão, conseguir um lugar pra sentar e relaxar no barulho dos pensamentos que sobrevoam o ambiente. Todo mundo precisa de um descanso, deve ser por isso que existem as férias, mas acho que elas não resolvem muito, o segredo é tentar mudar sua própria realidade, pra que o trabalho se torne algo prazeroso, o estudo, a rotina, a familia, a casa, e não só o ônibus que te leva de volta pra sua cama. Escrevo isso, com muito conhecimento de causa, não que eu esteja triste e morrendo infeliz, mas que sim, estou cansado, posso não trabalhar e apenas estudar, mas mesmo assim, tenho os meus direito de ser humano.
Toda vez que você entrar no ônibus, tente observar todos a sua volta, imagine a vida de cada um, ou só foque em uma pessoa, viaje nos pensamentos dela, no olhar da pessoa, mergulhe numa vida que você acha que pode ser dela, isso vai te fazer entender muita coisa, o pensar, o imaginar, nos leva pra um plano maior do que esse. E claro, você pode não querer imaginar nada, e apenas tirar seu cochilo até o seu ponto final, então, saiba que vai ter sempre alguém te observando.

-